Definição: Usabilidade é um atributo de qualidade que avalia como as interfaces com o usuário são fáceis de usar. A palavra “usabilidade” também se refere a métodos para melhorar a facilidade de uso durante o processo de design.


Como podemos avaliar se o que nós construimos vai atender nossos possíveis clientes / usuários? Afinal de contas a aquisição e engajamento com o nosso produto é fundamental para que a gente consiga crescer nosso produto e encontrar Product-market fit.

Em uma empresa com um modelo de negócio escalável ou que é o que chamamos de “Product-led” ou seja, onde o produto é o catalisador do crescimento, isso é especialmente verdade, afinal, vai ser através da utilização do produto pelo seu cliente através de um teste grátis ou um modelo freemium, que vai faze-lo realizar a compra.

Este é o artigo a ser entregue ao seu chefe ou a qualquer pessoa que não tenha muito tempo, mas precisa conhecer os fatos básicos de usabilidade – e como e onde aplicar no seu processo de desenvolvimento do produto.

O que – Definição de Usabilidade

Usabilidade é um atributo de qualidade que avalia como as interfaces com o usuário são fáceis de usar. A palavra “usabilidade” também se refere a métodos para melhorar a facilidade de uso durante o processo de design. Ela é definida por 5 componentes principais de qualidade :

  1. Aprendizagem: “Quão fácil é para os usuários realizarem tarefas básicas na primeira vez que encontram o design?
  2. Eficiência:”depois que os usuários aprendem o design, com que rapidez eles podem executar tarefas?
  3. Memorabilidade: “Quando os usuários retornam ao design após um período de não uso, com que facilidade eles podem restabelecer a proficiência?
  4. Erros: “quantos erros os usuários cometem, qual a gravidade desses erros e com que facilidade eles podem se recuperar dos erros?
  5. Satisfação: “Quão agradável é usar o design?

Outro conceito importante é a utilidade e, junto com a usabilidade, determinam se algo é útil: não importa que algo seja fácil se não for o que você deseja. Também não é bom se o sistema puder fazer o que você deseja, mas você não pode fazer isso acontecer porque a interface do usuário é muito difícil.

  • Definição de Utilitário = se fornece os recursos que você precisa .
  • Definição de usabilidade = quão fácil e agradável esses recursos são para uso.
  • Definição de Útil = usabilidade + utilidade .

A importância da Usabilidade

Quando construimos produtos, a usabilidade é uma condição necessária para a sobrevivência (olha como os produtos da Apple deu uma incrivel adesão, em grande parte por sua facilidade de uso). 

  • Se um site é difícil de usar, as pessoas SAEM… 
  • Se a página inicial não indicar claramente o que uma empresa oferece e o que os usuários podem fazer no site, as pessoas SAEM… 
  • Se os usuários se perdem em um site, eles SAEM…. 
  • Se as informações de um site são difíceis de ler ou não respondem às principais perguntas dos usuários, elas SAEM…. 

Observe um padrão? Não existe usuário que “lê” o manual de um site ou gasta muito tempo tentando descobrir uma interface. Existem muitos outros sites disponíveis; sair é a primeira linha de defesa quando os usuários encontram uma dificuldade.

A primeira lei do e-commerce  é que, se os usuários não conseguem encontrar o produto, também não podem comprá- lo.

E para diferentes produtos, a usabilidade tem um impacto diferente.

  • Ferramentas internas. A usabilidade é uma questão de produtividade dos funcionários. Os usuários que perdem tempo perdidos na intranet são dinheiro que você gasta pagando para que eles trabalhem sem realizar o trabalho.
  • Produtos internos. Investir em usabilidade pode cortar pela metade os orçamentos de treinamento e dobrar o número de transações que os funcionários executam por hora. 
  • Produtos externos (clientes finais). Pense em dobrar as vendas, dobrar o número de usuários registrados ou leads de clientes ou dobrar qualquer outro KPI (principal indicador de desempenho) que motivou seu projeto de design.

DICA: As práticas recomendadas atuais exigem gastar cerca de 10% do orçamento de um projeto de design em usabilidade. Em média, isso mais que dobrará as métricas de qualidade desejadas de um site.

Como melhorar a usabilidade

Existem muitos métodos para estudar a usabilidade, mas o mais básico e útil é o teste do usuário, que possui três componentes:

  1. Entre em contato com alguns usuários representativos, como clientes de um site de comércio eletrônico ou funcionários de uma intranet (no último caso, eles devem funcionar fora do seu departamento).
  2. Peça aos usuários para executar tarefas representativas com o design.
  3. Observe o que os usuários fazem, onde são bem-sucedidos e onde têm dificuldades com a interface do usuário. 

Dicas para um bom teste de usabilidade:

  • Teste individualmente. É importante testar os usuários individualmente e permitir que eles resolvam os problemas por conta própria. Se você ajudá-los ou direcionar sua atenção para qualquer parte específica da tela, contaminou os resultados do teste.
  • Não precisa de muitos testes. Para identificar os problemas de usabilidade mais importantes de um design, testar 5 usuários normalmente é suficiente. Em vez de executar um estudo grande e caro, é melhor usar os recursos para executar muitos testes pequenos e revisar o design entre cada um.
  • Faça muitas versões. O design iterativo é a melhor maneira de aumentar a qualidade da experiência do usuário. Quanto mais versões e idéias de interface você testar com os usuários, melhor.

O teste do usuário é diferente dos grupos de foco, que são uma maneira ruim de avaliar a usabilidade do design. Para avaliar os designs de interação, você deve observar atentamente os usuários individuais enquanto eles executam tarefas com a interface. (escuta-los pode ser enganoso).

Quando trabalhar na Usabilidade

A usabilidade desempenha um papel em cada estágio do processo de design. A necessidade resultante de vários estudos é um dos motivos pelos quais recomendo que os estudos individuais sejam rápidos e baratos. Aqui estão os principais passos:

  1. ETAPA 1. Antes de iniciar o novo design, teste o design antigo para identificar as partes boas que você deve manter ou enfatizar e as partes ruins que causam problemas aos usuários.
  2. ETAPA 2.A menos que você esteja trabalhando em uma ferramenta de uso interno, teste os projetos de seus concorrentes para obter dados baratos em uma variedade de interfaces alternativas que possuem features semelhantes aos seus. 
  3. ETAPA 3.Realize um estudo de campo para ver como os usuários se comportam em seu habitat natural.
  4. ETAPA 4. Faça protótipos de papel de uma ou mais novas idéias de design e teste-os . Quanto menos tempo você investir nessas idéias de design, melhor, pois precisará alterá-las todas com base nos resultados do teste.
  5. ETAPA 5. Refine as idéias de design que testam melhor através de várias iterações, passando da prototipagem de baixa fidelidade para representações de alta fidelidade executadas no computador. (Teste cada iteração)
  6. ETAPA 6.Inspecione o design em relação às diretrizes de usabilidade estabelecidas, seja de seus próprios estudos anteriores ou de pesquisas publicadas.
  7. ETAPA 7. Depois de decidir e implementar o design final , teste-o novamente. Problemas sutis de usabilidade sempre aparecem durante a implementação.

Não adie o teste do usuário até ter um design totalmente implementado. Se o fizer, será impossível corrigir a grande maioria dos problemas críticos de usabilidade que o teste descobrir. Muitos desses problemas provavelmente são estruturais, e corrigi-los exigiria uma grande re-arquitetura.

A única maneira de obter uma experiência do usuário de alta qualidade é iniciar o teste do usuário no início do processo de design e continuar testando a cada passo do processo.

Onde testar

Se você realiza pelo menos um estudo de usuário por semana, vale a pena construir um laboratório de usabilidade dedicado. Para a maioria das empresas, no entanto, não há problema em realizar testes em uma sala de conferências ou em um escritório – desde que você possa fechar a porta para evitar distrações. 

O que importa é que você obtenha usuários reais e se sente com eles enquanto eles usam o design. Um bloco de notas é o único equipamento que você precisa.